FANDOM


Iris von Everec, esposa de Olgierd, era uma pintora talentosa. Após passar por uma trágica história, morreu de tristeza.

Expansão Hearts of Stone

Entrada no Diário

Quando Geralt visitou Olgierd von Everec para ouvir o seu terceiro e último desejo, ele acabou descobrindo que o bruto e desordeiro ataman já fora casado. Contudo, em algum momento, ele havia deixado sua mulher, dando a ela uma rosa violeta como presente de despedida. A tarefa de Geralt era encontrar esta rosa perdida em algum lugar da mansão dos von Everec. Quando ele chegou ao local, descobriu que a propriedade era assombrada por um espectro maligno ligado à esposa de Olgierd, Iris, que havia morrido de solidão anos atrás. Sua raiva e remorso agora preenchiam a casa com uma energia perversa.

Geralt juntou os restos de Iris e os enterrou no jardim da mansão. Ele fez isso por simples decência humana e cálculo frio, pois sabia que este ato acalmaria o espírito atormentado dela e o levaria até a rosa violeta. Durante o funeral, uma Iris, agora mais calma, apareceu em frente à Geralt e o levou para uma jornada em um mundo que só existia na cabeça dela. Este "mundo pintado" consistia de seus medos e memórias, as quais Geralt teria que confrontar.

As memórias de Iris von Everec recordavam os momentos felizes vividos ao lado de Olgierd. Depois, se tornavam cada vez mais obscuras. Na verdade, mesmo as memórias mais ensolaradas apresentavam uma nuvem sinistra sobre suas cabeças - uma sensação ruim de que algo terrível iria acontecer em breve. Iris von Everec era uma mulher bastante sensível, e notou as mudanças sutis no comportamento de seu marido. Entretanto, faltava a ela coragem para ir atrás de suas causas.

O coração de Olgierd von Everec havia se tornado de pedra, transformando-o em um monstro. Iris odiava o que seu marido havia se tornado, mas não era capaz de parar de amá-lo. O casal tentou suportar o doloroso convívio até que Olgierd resolveu abandonar sua mulher. Iris nunca aceitou a separação. Na verdade, nunca conseguiu nem ler a carta de despedida de seu marido. Ainda assim, manteve a rosa violeta que ele deixou ao partir, transformando-a em um ponto focal de toda a saudade e amor que assolava sua alma. Quando morreu, estes sentimentos não resolvidos mantiveram seu espírito neste mundo e continuaram fazendo com que ela sofresse.

A intervenção do bruxo ajudou Iris a aceitar o que aconteceu com ela e seu marido. Quando ele perguntou sobre a rosa, ela concordou em dá-la, sabendo que isso colocaria um fim à sua dor e sofrimento - e também à sua própria existência.

Se Geralt pega a rosa

No final, o cão e o gato estranho recuperaram a sua tão sonhada liberdade quando Iris von Everec deu a Geralt a rosa violeta, deste modo colocando um fim à sua existência. Com o desaparecimento de sua dona, os serviços do cão e do gato não eram mais necessários, e finalmente estavam livres.

Se Geralt não pega a rosa

No final, os estranhos cão e gato não recuperaram a liberdade que tanto almejavam. Geralt se recusou a acabar com a existência de Iris von Everec, o que significa que essas criaturas continuariam a serviço dela, pois esta era a natureza do pacto que haviam feito com Olgierd. Talvez elas ainda façam companhia à dama até hoje em seus sonhos - ninguém sabe de fato.

Galeria

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.