FANDOM


O reino de Lyria e Rívia é um dos Reinos do Norte, localizado ao norte do rio Yaruga, governado pela rainha Meve. O brasão é representado sob a forma de uma águia e losangos.

Mahakam compõe-se como uma barreira entre o país e Teméria. E o largo vale de Dol Angra, uma rota de comércio valiosa, ligao sul de Lyria e Rivía ao extremo norte de Aedirn.

Durante a Segunda Guerra do Norte o país sofreu um grave golpe do império de Nilfgaard. E a rainha Meve, então desaparecida, foi considerada morta. Foi só após A Paz de Cintra que o reino voltou a ser reconstruído.

Além disso, Rívia foi cenário do fatídico Pogrom que culminou na morte do bruxo Geralt.

No início do jogo, The Witcher 3 Lyria e Rivía é vítima de outra invasão de Nilfgaard.

Livros de Andrzej Sapkowski

Durante a Segunda Guerra do Norte, Nilfgaard conquistou os reinos de Lyria e Rívia após este atacar o forte fronteiriço de Dol Angra. durante o encontro dos feiticeiros em Thanedd. O império precisou de apenas três dias para tomar de assalto Spalla e Scala, os dois fortes fronteiriços de Lyria. Facilitando a chegada em Aldersberg e a conquista de Vengerberg, em Aedirn, em seis dias. Após este evento muitos pensaram que a rainha Meve, então desaparecida, estava morta. Na realidade a rainha iniciou uma guerrilha contra Nilfgaard. Além da cavalaria do que sobrara de seu exército, os lyrianos aceitavam sob seu estandarte mercenários e bandidos comuns. Logo, a chamada Rainha Branca atravessou o Jaruga com seu esquadrão, sem medo, ocasionando a famosa Batalha do Pontão. Onde Geralt de Rívia foi ordenado cavaleiro.
Os detalhes importantes da trama terminam aqui.

Heráldica

144x144pxCOA Rivia144x144px144x144px

Os brasões do exército tanto de Lyria quanto de Rívia são descritos nos livros. Sendo o de Lyria representando por uma água negra e Rívia pelos losangos vermelhos. Ilustração por Mboro.

Lyrianos conhecidos

Família Real

Outros

Cidades e Fortalezas

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.