FANDOM


Servia-d-peter-evertsen-web

Peter Evertsen era intendente-mor do Império e, durante a guerra, o principal executor judicial dos exércitos.

No ínicio da Segunda Guerra, ele fez parte do ataque a Lyria e Aedirn, tomando as cidades em nenos de três dias. Rívia rendeu-se, pois fora prometido que a cidade não seria saqueada caso abrisse seus portões e pagasse um resgate.

Foi Evertsen quem implementou o comando "Guerra contra tudo o que é vivo. Guerra contra tudo o que pode ser queimado". Os soldados deveriam deixar terra carbonizada atrás de si e capturar o maior numero de escravos.

Encyclopaedia Maxima Mundi

Evertsen, Peter, n. 1234, confidente do imperador Emhyr Deithwen e um dos verdadeiros criadores do Império. Principal executor judicial dos exércitos no decurso das Guerras Setentrionais (v.) e, desde o ano 1290, grão-tesoureiro da Coroa. Nos últimos anos do reinado de Emhyr, elevado à dignidade de coadjutor do Império. Durante o reinado do imperador Morvar Voorhis, foi falsamente acusado de corrupção, julgado e aprisionado. Morreu em 1301, no castelo de Winneburg. Em 1328, foi reabilitado postumamente pelo imperador Jan Calveit.
Effenberg and Talbot, Effenberg e Talbot, Encyclopaedia Maxima Mundi, volume V
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.