FANDOM


Big Quote Left
– Você já teve alguma vez na vida um cavalo que não se chamasse Plotka?
– Não – respondeu o bruxo depois de pensar um pouco. – Não tive. Jaskier, esporeie seu capão Pégaso. Temos um longo caminho à frente.
Big Quote Right
Batismo de Fogo
Tw3 journal roach

Plotka (Carpeado em The Witcher 3: Wild Hunt) é o nome que Geralt dá a seus cavalos, que, na maioria das vezes, são éguas. O nome em Polonês, "Płotka", é um diminutivo carinhoso de "Płoć".

Em Tempo de Tempestade é revelado que Geralt tem o costume de esconder dinheiro na sela do cavalo.

The Witcher 3: Wild Hunt

No jogo a fiel companheira de Geralt passa a se chamar Carpeado. Há vários itens equipáveis para o cavalo:

  • selas, um cavalo equipado não se cansará tão facilmente; serve para amarrar troféus e receber um bônus.
  • alforjes, usados para armazenar itens.
  • viseiras, quando equipado o cavalo não entrará em pânico tão facilmente.

Expansão Blood and Wine:

Desde que a história do bruxo Geralt está chegando ao fim, Carpeado decide dizer algumas coisas interessantes durante uma missão secundária.

Fantasmas equinos

Um cavalo é mais para um bruxo do que um simples meio de locomoção — é só perguntar a qualquer bandido que tenha recebido um coice bem mirado na cabeça durante combate. Além disso, muitos bruxos já discutiram sobre aspectos práticos de um contrato atual com seus cavalos enquanto contemplavam as estrelas cintilando sobre a estrada solitária, embora poucos admitam.

Geralt deu a todos os cavalos que já tivera o nome de Carpeado, mas ninguém sabia realmente por quê, ou o que ele tinha em mente com esse nome. Quando a questão surgia, Geralt desviava do assunto ou dava uma resposta evasiva. Talvez essa tivesse sido a primeira palavra a lhe vir à mente? Carpeado, de sua parte, parecia aceitar seu nome sem problemas, apesar da confusão de gênero.

Geralt ficava irritado e xingava sempre que Carpeado entrava em pânico e o derrubava no meio de uma batalha, bem como quando ela virava para a direção contrária que ele queria enquanto galopava em alta velocidade rumo a um destino urgente. Na verdade, contudo, ele era muito apegado à sua montaria e jamais a trocaria por outro cavalo. Nem mesmo por um que, quando chamado, nunca hesitaria em pular um obstáculo facilmente ultrapassável, como uma cerca baixa ou um toco de árvore solitário. Nem mesmo por um que, às vezes, de modo incompreensível, acabasse sapateando sobre o telhado de algum camponês. "Bem", Geralt diria com indiferença, se fosse esse o caso, "o cavalo de um bruxo não é um animal comum. Contato constante com bebidas mágicas e Sinais devem tê-lo afetado".

Enquanto completava um contrato em Toussaint, Geralt teve a chance de descobrir exatamente o quão a sério Carpeado encarava seu papel, e o quão bem-versada a égua era nos mistérios do ofício do bruxo. Ele também descobriu que ela era uma agradabilíssima parceira de conversas.

 

Galeria

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.