FANDOM


Junu-artyom-

Vysogota de Corvo é um eremita, médico, cirurgião e alquimista que vive nos pântanos de Pereplut, e foi professor na Academia de Oxenfurt e na Academia Imperial no Castelo Graupian. Em suas obras ele defende os indivíduos e vai contra qualquer tipo de tirania de autoridades, religiosas ou governamentais. Por causa de sua visão radical, mas progressiva, foi acusado de blasfêmia no Norte, e se viu obrigado a fugir para Nilfgaard. Lá não encontrou muito mais sorte, já que foi condenado por traição por causa de suas obras anti-tirania. Por ter sido rejeitado em ambientes acadêmicos, onde se dava melhor, se viu obrigado a fugir para os pântanos de Pereplut, e viveu o resto de sua vida na solidão.

No romance "A Torre da Andorinha", Vysogota encontra Ciri ferida, e cuida dela, curando o ferimento deixado pelo orion de Stefan Skellen e salvando sua vida. Eles criam um laço muito forte, mas certo dia Ciri resolve que deve cumprir seu dever como Bruxa e combater as forças do Caos, e deixa Vysogota no pântano.

Vysogota morre em sua cabana após ouvir o grito de uma banshee.

Galeria

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.