Wiki The Witcher
Advertisement

As serpes, conhecidas na Língua Antiga como wyverns, são grandes répteis com asas de morcego, pescoço alongado e uma cauda terminada em um tridente venenoso.

"Imagine o filho de uma cobra alada e um pesadelo. Os wyverns são piores."

Mergulhando do céu, estes draconídeos arrebatam facilmente sua presa e levam-na para seu ninho, seja ela uma ovelha ou um homem adulto. Embora sejam frequentemente confundidos com dragões verdadeiros pelos camponeses, estes monstros não são dotados de cuspe flamejante e muito menos de consciência ou fala.

Livros de Andrzej Sapkowski

Ciri luta e mata uma serpe enquanto visitava Gors Velen.

Citações

Big Quote Left.png
- Uma serpe – afirmou Ciri, jogando fora o cabo da pera e lambendo os dedos. – Uma simples serpe. Jovem, pequena, faminta e suja. Mas não deixa de ser uma serpe. Wyvern, em Língua Antiga.
Big Quote Right.png
Tempo do Desprezo
Big Quote Left.png
E também havia seres que viviam exclusivamente para matar, por fome, por prazer, por causa de um desejo doentio de alguém ou por outros motivos: manticoras, serpes, núbilos, zygopteras, quimeras, leshys, vampiros, ghouls, lobisomens, escorpiões gigantes, estriges, tragarças, quiquimoras, wippers.
Big Quote Right.png
O Último Desejo
Big Quote Left.png
– Começo a admirá-la, Essi – falou, provocando um rubor no rosto da poetisa. – Você tem razão. Aquela coisa pode ter atacado do ar. Pode ter sido um ornitodrago, um grifo, um serpe, uma dermoptera ou um forcaudo. Talvez até um...
Big Quote Right.png
A Espada do Destino
Big Quote Left.png
Ciri teve a impressão de que todos os movimentos aprendidos em Kaer Morhen executaram-se de maneira autônoma, quase sem sua vontade ou participação. Acertou a surpresa serpe na barriga e imediatamente fez uma finta, enquanto o lagarto, que pulara em sua direção, espatifava-se na areia, sangrando copiosamente. Ciri saltou por cima dele, evitando com agilidade sua cauda agitada, e, mirando cuidadosamente, desferiu-lhe um violento golpe no pescoço. Afastou-se com rapidez, fez uma finta já totalmente desnecessária e desfechou mais um golpe, dessa vez cortando a espinha dorsal do monstro. A serpe se encolheu e ficou imóvel; apenas sua cauda agitou-se ainda no ar e bateu no solo, espalhando areia para todos os lados.
Big Quote Right.png
Tempo do Desprezo

The Witcher 1

Wyverns são um espécie de réptil voador e enquanto pessoas comuns tendem a confundir Wyverns com dragões, bruxos reconhecem imediatamente a diferença. Estes lagartos voadores possuem duas musculosas pernas, com sua aparência assemelhando-se um pouco a uma cobra, tendo uma cabeça plana e pescoço longo.

Wyverns possuem um venenoso ferrão no fim de sua cauda, e costumam dar uma viciosa mordida com suas poderosas mandíbulas. Eles também costumam viver em regiões desérticas ou perto de assentamentos humanos, e são um elemento natural do ecossistema. São apreciados pelos druidas, que muitas vezes tentam encontrar maneiras de domá-los.

Wyverns são geralmente resistentes a atordoamentos e venenos, mas são sensíveis a prata e ao Óleo de Basilisco. Seus corpos produzem uma grande variedade de materiais alquímicos, junto de suas toxinas, asas, e glândulas venenosas.

Registro no Bestiário

As serpes têm a infelicidade de muitas vezes serem confundidas com dragões. Ao ver um réptil voando na direção de um rebanho de ovelhas, os camponeses entram em pânico. Eles esperam que o monstro cuspa fogo, faça um massacre e sequestre as virgens da região. Sim, é verdade que a serpe gosta de caçar ovelhas, mas ela não cospe fogo e nem destrói vilarejos inteiros. Além do mais, ela não dá a mínima para virgens.

The Witcher 3: Wild Hunt

Entrada no Bestiário

Os mais perigosos de todos são os wyverns reais, ou, como são chamados por alguns, realmente um saco.
– Albina Tottelkampf, professora de ciências naturais em Aretuza

Wyverns costumam ser confundidos com dragões e, embora sejam bem menores do que seus parentes famosos e não cuspam fogo, são igualmente perigosos. Os chamados Wyverns Reais são especialmente temidos pois, como bons monarcas, são excepcionalmente briguentos e extremamente letais.

Táticas de Combate

Um wyvern normalmente ataca do ar, com o objetivo de derrubar as suas presas com as suas asas. Depois de pousar, eles atacam com os seus bicos cheios de dentes, tentando distrair a atenção da sua arma mais perigosa: o ferrão na ponta da sua longa cauda.

Um golpe desse ferrão traz o risco de envenenamento por toxinas poderosas. Mesmo o corpo de um bruxo sofre dores extremas ao ser injetado com veneno de wyvern. Por isso, vale a pena preparar-se anteriormente com poções adequadas.

Galeria

Advertisement